out-2018

A partir do dia 21 de julho de 2019 será possível armazenar nas Zonas Francas de Uruguai mercadorias originarias de outros países do MERCOSUL (com Certificado de Origem Mercosul) sem que as mesmas percam os benefícios adquiridos  no seu país de origem. Esta decisão modifica o Dec. 8/94 permitindo que as mercadorias que já tinham o caráter de originarias antes de ingressar na zona franca conservem esse benefício, sempre que somente sejam objeto de operações logísticas, de troca de embalagens, o qualquer outra que não implique transformação.  As mercadorias que se fabriquem em  Zona Franca não terão acesso a este benefício (salvo as que já o fazem com base em normas específicas).