O ministro de Economia de Uruguai anunciou a aprovação de um decreto que outorga ao menos um 10% de novos benefícios aos projetos de investimentos que se apresentem desde 1° de dezembro de 2015 e sejam executados em 2016.

Busca-se “incentivar os investimentos para 2016” e para isso se introduzem mudanças na pontuação dos projetos, estabelecida pela Lei de promoção de Investimentos e seus decretos regulatórios.

Os pontos aos projetos se outorgam pelo impacto na geração de empregos de qualidade, das zonas do país na que se radicarão, o aporte para a investigação e a aposta na produção limpa. Sobre esta matriz, o decreto estabelece que os investimentos que se executem em 2016 “somarão um 20% de pontos ao resultado que obtenham no ranking”.

Também o ministro expressou que se busca promover a apresentação de novos projetos de investimentos e por isso aos que se apresentem entre o dia primeiro de dezembro deste ano e ate o final de 2016 se lhes outorgara um beneficio adicional de 10% com respeito aos pontos que estabelece a matriz mencionada. Ambos benefícios podem-se somar, motivo pelo qual se uma empresa apresenta um projeto em 2016 recebera um 10% adicional e se executa efetivamente o projeto em 2016 recebera um 20% adicional.